quarta-feira, 2 de março de 2016

Resenha de livro: 'Não se apega, não' - Isabela Freitas

Oláa gente!!

Tudo bem com vocês?

Espero que esteja tudo ótimo!!

Finalmente voltando com as resenhas de livros, estou aqui com o 1º livro que li este ano e que também está no Book Haul Dezembro #04 ! Este é um livro que teve série adaptada para o Fantástico e que gostei muito! Então minhas expectativas para o livro só aumentaram! 

Comecei a ler mesmo lendo "Um ano inesquecível", que já tem dois de seus contos resenhados aqui no blog, já terminei os demais e vem resenha em breve! Então, vamos ao que interessa!

1. Não se apega não



Autor: Isabela Freitas
Editora: Intrínseca
Gênero: Literatura Juvenil - Auto Ajuda
Páginas: 254
Descrição: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.

Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal per-fei-to! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.

Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. 

Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.



Minha opinião - com alguns trechos do livro, mas que não revelam nada comprometedor em relação à história e, portanto, mesmo se você não leu o livro ainda, não tem problema nenhum em ler a minha resenha, ok!: O livro como já descrito anteriormente pela sinopse, conta um pouco sobre como a personagem Isabela, de 22 anos como eu, lida com o fim de um relacionamento com um garoto, que coincidentemente eu diria que também tem muito em comum comigo este início do livro, um dos fato de eu querer me desapegar de algumas pessoas e a gente bem sabe que isso não é uma das tarefas mais fáceis.

O livro antes mesmo de começar tem uma lista de 20 regras do desapego, que são simplesmente excepcionais, são conclusões que algumas provavelmente você já descobriu na sua vida e que servem de aprendizado pra levarmos na vida e sermos mais felizes, a minha preferida é a "20. Ter a urgência de ser feliz te impede de ser realmente feliz. Deixe que a vida aconteça, porque ela acontece quando estamos distraídos demais para planejá-la..."

A cada início e fim de capítulo é marcado por páginas vermelhas, adorei isso, são com frases que dão a introdução e a a finalização, de forma muito especiais, frases que dão vontade de usar como legendas! Selecionei aqui dois, mas não são sequência do mesmo capítulo, que me marcaram bastante!




A Isabela é uma personagem que me identifiquei muito, pela forma como ela sente e algumas manias que tem, como a que ela cita, na pág. 92 sobre sua/minha mania de tentar quebrar o gelo dizendo algo totalmente aleatório, que não tem nada a ver com a pauta principal! Vivo fazendo isso quando estou sem graça e nervosa também! hahahah Alguém mais? 

Isabela tem muito em comum comigo e tenho certeza que de muitas garotas também! Tem muitas outras coisas, porém esqueci de marcar as outras características, sorry! 

É um livro que também te aconselha muito, como uma amiga faz, como na pág. 226, que não adianta tentar querer planejar toda a sua vida, traçar metas e planos pra tudo, é claro que ter uma base é bom, mas também é preciso deixar as coisas acontecerem e te surpreender, até porque certas coisas não estão sob nosso controle e cabe à nós paciente neste meio termo! Só que assim como a Isabela, eu também sou muito ansiosa! hahahaha

Posso dizer mais? Ler este livro me fez ver algumas coisas por outros olhos, entender por outros pontos de vista e me fez sentir mais compreendida, como quando encontramos alguém que também pensa como a gente e entende perfeitamente! Reforçou atrás das suas histórias que devemos nos libertar daquilo que nos prende, mesmo que tenhamos boas lembranças daquela história, devemos deixá-lo ir e tirar o peso das nossas costas.

Só pra finalizar, um trecho lindo de um diálogo que reflete também a paixão em comum que tenho com a Isa sobre estrelas! Não tem spoiler sobre com quem é a conversa, ok! hahaha




Nota: 3,5

Obs.: Apesar de ter gostado das frases e das histórias, confesso que pela série do Fantástico, esperei um pouco mais do livro, minhas expectativas estavam maiores. Demorei um pouco também pra pegar fundo no livro, pois na minha opinião, o começo era mais fatos aleatórios e não sequenciais, além de parecer mais auto-ajuda que propriamente uma história, mas isso muda com o passar do livro. 

Nada contra auto-ajudas hehe Até gosto, mas eu prefiro particularmente com mais histórias e mais sequenciais! Então fiquei mais satisfeita com o passar da história e pretendo em breve pegar emprestado a continuação "Não se iluda, não", com minha amiga.

Beijinhos e até a próxima!!

Se gostaram, curtam, comentem se já leram, o que acharam, e compartilhem! ;)
Já curtiram a page do Drops of Heaven no Facebook? Entrem lá e comentem também! 
Divulgo sempre na page quando tem novos posts e compartilho coisas divertidas e interessantes que acho por lá também!
Já conferiram o último post? Bate-papo: Quem sou eu? #Parte 1

Obrigada por me visitarem! <33